Menina tão bonita;
Dos olhos verdes e vestido azul;
Graciosa como a rosa;
E cintilante como jasmim.
Pele clara e cabelos dourados;
Boca vermelha carmesim.
Pela Rua Margotti anda;
Canta e encanta,
Com seu vestido azul jasmim.
Menina tão bonita;
Desde o presente quero pra mim;
Dedico-te este verso;
Prometo-te não o sol;
Canto e encanto tua boca;
Como quem semeia a terra;
Rega os campos; trata da colheita,
E recebe a colheita.
Menina tão bonita;
De teus passos e de sua canção;
Ando sorrindo e te vejo partindo;
Com seus sapatos de cristal;
Para um mundo indefinido.
Menina tão bonita;
Não me prometeste nada;
Tão pouco mil sorrisos;
Mas de minha rude vida;
Não lhe prometo mil sorrisos também;
Mas, lhe promete fazer dar um bilhão de sorrisos.




Autor: Marcos Namikaze